feat0

Escritor cratense de 13 anos publica livro

Sayd Alcantara é provavelmente um dos escritores mais jovens da nossa pequena grande cidade. Com apenas 10 anos em 2012, começou a escrever o seu primeiro livro.

Leia Mais
feat2

Divirta-se com nossa Fanpage!

The Lightning Thief (O Ladrão de Raios) é o tipo de livro que já começa tirando uma onda pra chamar a atenção do leitor. Tem um ritmo impecável do começo ao fim; você pisca os olhos e já está no final. Que bruxaria é essa, Riordan?

Leia Mais
feat3

crato apresenta caso de microcefalia

Segundo a Secretaria de Saúde do Estado (Sesa), até o dia 8 deste mês, fevereiro, foram confirmados 192 casos de microcefalia com suspeita de ligação ao zica Vírus no Ceará. Um número que cresceu absurdamente depressa...

Leia Mais
feat4

Dica de livro: Preciosa

Muitos já devem ter assistido o filme. Muitos já devem ter lido o livro. Para aqueles que assistiram o filme, mas não leram o livro, este será um ótimo post, acredito; servirá para impulsionar o possível desejo da leitura.

Leia Mais
feat5

Entrevistas: Vinícius Grossos, autor de Sereia Negra

Vinícius Grossos é um jovem escritor brasileiro de 22 anos, natural do estado do Rio de Janeiro. Na infância, já quis ser desenhista e sonhou em simplesmente trabalhar em uma livraria, para ter a oportunidade de ler tudo o que fosse possível.

Leia Mais

Entrevista: Vinicius Grossos

Entrevista: Sayd Alcantara

Entrevista: Josué Matos

TOP MAIS LIDAS

Keep Calm and visite a belíssima Euroville (Santana do Cariri / CE)!Dica de algum lugar no Cariri para divulgar na página? Nos envie. (:

Publicado por Eu Sou do Cariri em Quarta, 30 de março de 2016

CONHEÇA O ESCRITOR JOSUÉ MATOS.




Josué Matos é autor do livro Eu, Inabalável. Conheci ele através do facebook e posso afirma: além de bom profissional, é um cara simpático!
"Livro sensacional, excelente, comecei a ler e a história me prendeu de um jeito que só parei quando finalmente cheguei a última pagina!" diz um comentário na área de resenhas do Skoob, a mais popular rede social brasileira sobre livros.
A seguir, vocês podem ler as perguntas respondidas por ele, sobre ele, "Eu, Inabalável"  e outros projetos.
 




Quem é Josué Matos ?
RESPOSTA: Olá, gostaria de agradecer ao convite para entrevista. Sempre respondo a mesma coisa quando me perguntam isso, apesar de saber que todo ser-humano está em constante mutação (risos). Bem, o Josué é, acima de tudo, humano. Isso significa que é imperfeito. A partir dessa aceitação, fica mais fácil aceitar meus defeitos e qualidades. Sou uma pessoa extremamente teimosa, em compensação, tenho um coração enorme. Me defino como uma pessoa em busca de seu sonho, sem passar por cima de ninguém e, sempre, fazendo o bem. Pois acredito que fazendo o bem você receberá o bem. Ajudar é gratificante, saber que você tocou a vida de uma pessoa e, com isso, a fez feliz, é muito bom.




Se pudesse resumir Eu, Inabalável em apenas uma frase, como resumiria? Por quê?

RESPOSTA: Teria uma frase para cada ponto de vista sobre o livro. Como escritor diria: uma trama bem amarrada que te prende do inicio ao fim. Como leitor diria: surpreendente e chocante. Como o ser-humano Josué diria: missão cumprida. O livro é um misto de emoções. A começar pela capa, pois o leitor espera um romance clichê policial e o livro se mostra bem diferente. Existem histórias paralelas e questões sociais. Os únicos que podem aproveitar 100% da leitura são os que se despem de preconceitos.


Até publicar um livro, o escritor tem um grande trabalho: escrever, reescrever, revisar, modificar, revisar de novo... Eu, Inabalável deu muito trabalho para ser concluído? Quanto tempo levou? Você costumava escrever o dia todo?
RESPOSTA: Da concepção da história até a chegada ao público, demorou 3 anos. O projeto de publicação de uma obra literária possui diversas fases. A primeira, escrever a história em si, demorou quatro meses. Após isso, engavetei pois não tinha pretensão de publicar. Amigos próximos leram e viram qualidade na escrita, foi a partir daí que resolvi mostrá-lo ao mundo. Enviei para revisão, reli e acabei reescrevendo alguns trechos. Revisei outra vez. Busquei uma editora e, enfim, publiquei. Ainda vejo falhas no livro e hoje, mais experiente (risos), reescreveria algumas cenas de forma melhor. Com relação a minha rotina de escrita, posso dizer que não escrevo o dia todo, mas escrevo todo o dia, visto que, escrevo onde estiver e quando me dá vontade. Seja no ônibus, na praia ou a espera de uma consulta médica.
Eu, Inabalável terá continuação?
RESPOSTA: Sim, terá continuação. Já possuo todo o storyline pronto e pretendo finaliza-lo no segundo semestre de 2015. Os personagens Valéria e Marcos serão mantidos, haverá outro crime a ser desvendado com outras histórias paralelas.
O que te levou a ser escritor?
RESPOSTA: Devo isso a minha mãe. Ela sempre me incentivou a ler e foi a pessoa que me comprou meus primeiros livros. Foi tão marcante que, apesar de ser ainda muito pequeno, lembro perfeitamente da cena.
O que você tem a dizer para aqueles que querem se tornar escritores? Há muitas dificuldades?
RESPOSTA: O que tenho a dizer é: escreva por amor. Se você tem como objetivo ganhar dinheiro com livro aqui no Brasil, desista agora. Digo isso pois enfrentamos inúmeras dificuldades e as derrotas são infinitamente maiores que as vitórias. Então, o que o faz continuar é o amor pela escrita. Se você ama escrever, se sente feliz com isso, então te incentivo a escrever um livro. E, se for esse o caminho que você quer seguir, você tem que se preocupar e muito com a qualidade. Os leitores merecem um serviço feito com muita dedicação e cuidado.
Pretende publicar outros livros? De quais gêneros?
RESPOSTA: Sim, inclusive já tenho inscrito um romance no prêmio SESC de Literatura 2015. É um romance agnóstico. Os leitores beta adoraram. Vamos ver se ele entra para os pré-selecionados. Quem sabe? (risos)
Qual o sentimento ao saber que Eu, Inabalável está agradando os leitores?
RESPOSTA: O sentimento é de extrema felicidade. Quado terminei o livro, quando o peguei em minhas mãos, analisei a capa, a diagramação, o cheiro... Fiquei com o sentimento de realização. Havia conseguido cumprir o meu objetivo, escrever um livro. Senti muito orgulho. Mas, após publicá-lo e saber que ele agradou muita gente, me senti feliz. É legal saber que você pode criar uma trama que outras pessoas gostem e até se identifiquem.
O que um livro precisa ter para se tornar o seu favorito? Aliás, de quais livros você mais gostou de ler?
RESPOSTA: Tenho uma visão anti-tradicional de livros bons. Aqui no Brasil parece que os leitores só acham que livro bom é aquele que tem mais de 300 páginas. Eu vou no sentido contrário, leitor assíduo, gosto de histórias que me prendem do inicio ao fim, sou daqueles leitores que quado começam a ler só param na ultima página. Dessa forma, livro para ser meu favorito tem que cumprir esse papel, tendo ele 100, 200 ou 500 páginas.
São tantos livros que gostei de ler, que fica díficil listas todos, todavia citarei Agatha Christie por motivo obvios (risos), cito também Aldous Huxley e Isaac Azimov, ambos influciaram meu gosto por ficção científica.
Gostou? Conheça melhor Eu, Inabalável através da página no facebook.

Comente, deixe a sua opinião:

Currently have 1 comentários:


Comente de outra forma